Os mecatrônicos vão casar!

Bernardo e Elly vão se casar em abril de 2010.

Novo Blog

Olaaaá!
Tem alguém aí ainda?? =)

Estou passando para avisar que estou voltando a blogar! Não aqui, mas aqui, onde vou contar a nova saga mecatrônica: construir o lar!!

Passem por lá!!

Beijos,
Elly

Nostalgia

Olha eu aqui de novo!
É que agora bateu uma saudade... explico tudo pra vocês:

Antes do casamento fiz uma playlist no meu media player com todas as músicas da cerimônia do casamento, na ordem em que elas iam tocar. O objetivo era ter certeza que eu queria aquelas músicas, e ver se elas combinavam entre si. Acho feio quando uma música não tem nada a ver com a outra, sabem?

Então, eu ouvia aquela seleção de músicas quase todos os dias. No meu computador, no meu celular, em casa, no trabalho...

Depois do casamento eu parei de ouvir. Sei lá, enjoei. E era só pensar na música da minha entrada que eu me lembrava da lambança que o cerimonial fez na hora. Olha, não sei quando essa raiva vai passar, viu? Ô coisa boba mais difícil de perdoar...

Enfim, meu vídeo já está pronto há uns dois meses e eu ainda não fui buscar. Um dos motivos é a falta de tempo mesmo, mas no fundo, eu não quero ver. Não quero ver a minha entrada de jeito nenhum, capaz de eu ligar pro cerimonial e falar umas boas verdades pra ele.

Acontece que agora à tarde resolvi que queria ouvir a tal da playlist de novo. Mas hein, que música linda essa da entrada do noivo! Minha mãe me mostrou essa música, foi a da entrada dela no seu casamento. Achei linda, alegre, pomposa, música pra órgão de encher igreja, sabe? Amo demais! Combina muito com primeira música de casamento. No dia eu não vi e nem ouvi a música porque estava dentro do carro. Não sei se foi bem tocada, ou se o cerimonial errou ou acertou. Só sei que agora eu quero pegar meu vídeo, e ver até essa parte. Só até essa parte. Mas já é um começo, né?

Enfim, o nome da música é Prelude in Classic Style, de Gordon Young. Depois eu posto o link dela no youtube.

Beijokas pra vocês, queridas e queridos do meu coração.

Ps: Meu álbum chegou! Qualquer dia faço um post sobre ele.

Fim


Hoje é 21 de julho. Dia muito especial, pois além de ser aniversário da minha amada irmã xuxu, completamos 3 meses de casados.

Sempre soube que esse dia chegaria. O casamento veio, o casamento foi, e agora eu tenho outros projetos de vida que preciso colocar pra frente. Tenho uma casa, um marido, dois gatos e uma carreira pra cuidar. Um mestrado pra terminar. Então hoje, 21 de julho, é dia de despedida, de dar tchau a essa época inesquecível da minha vida.

Ainda não recebi meu álbum nem minha filmagem, ainda não dei o relato de todos os fornecedores, e não estou conseguindo fazer isso por falta de tempo mesmo. Então não adianta ficar mantendo esse blog assim, porque eu não sou de fazer coisa pela metade, né?

O blog vai ficar no ar por pelo menos mais um ano. Porque eu acho que tem informações úteis aqui, que por enquanto estão bem atuais e podem ajudar outras noivas. Estarei respondendo aos comentários e emails de dúvidas também, como sempre fiz, mas com um pouco de bom senso, é claro. Não adianta me perguntar como fazer sua decoração coral com azul tiffany, ou me dizer que precisa de tudo sobre casamento, porque eu não vou responder. Afinal, eu sou engenheira, não cerimonialista ou decoradora, rsss.

Então queria terminar agradecendo.
  • À minha família (que agora dobrou de tamanho, porque a família do marido está totalmente incluída nessa parte), que me ajudou com tempo, dinheiro, conselhos, presentes, opinões e tudo isso que foi tão importante na realização deste sonho;
  • Às minhas madrinhas/mães/madrasta que me deram o melhor chá de panela de todos os tempos;
  • A todas vocês que sempre estiveram presentes aqui, me dando várias dicas e ajudando a fazer desse blog um "lugar legal pra se viver".
  • Às minha fotógrafas lindas Camilla Mello e Aline Machado, que registraram o momentos mais lindos da minha vida da maneira mais bela possível, e essa é a lembrança que eu vou guardar para o resto da vida.
Eu vou morrer de saudades. E nem posso dizer que nunca mais vou escrever aqui, ou que nunca mais terei outro blog, porque eu não tenho certeza da nada. Continuarei acompanhando às amigas que estão pra casar, as que estão para ter bebês, as que tem novas profissões, e as que estão simplesmente curtindo a nova vida, mas não fiquem tristes se eu não comentar, é que o tempo está escasso mesmo. E independente dos nossos casamentos, espero que as amizades conquistas através deste espaço fiquem para sempre!

Um beijo grande,

Elly

Vestido Pronovias à Venda

Pois é minha gente, estou vendendo meu vestido de noiva. Infelizmente não tem lugar pra ele no meu apartamento, e ele é tão lindo e maravilhoso que merece ser usado outra vez!

O vestido é um Pronovias modelo Helice - legítimo, com etiqueta - Tamanho 4 (equivalente ao 38 no Brasil), com ajustes feitos na cintura, busto e bainha, porém o tecido foi mantido.

Ele foi usado apenas uma vez, e depois lavado profissionalmente. Encontra-se em perfeito estado.

Acompanha o bolero do modelo, que foi modificado para diminuir a "fofura" das mangas, deixando-as mais sequinhas. Apesar disso, estava muito calor no dia do casamento, e eu decidi não usá-lo.

Preço - A combinar
Frete para qualquer lugar do mundo - por conta do comprador.









Fotos preferidas 2 - nome das solteiras

O nome das solteiras na barra do vestido!


Amei essa foto do making of!



Na festa meus coraçõeszinhos fizeram o maior sucesso!

Pra quem quiser aproveitar a idéia, fiz assim:

O tecido é brim rosa, comprei meio metro na Casa Pinto (não vendem menos!), paguei 5 reais. Fiz o molde de um coração em papel mais durinho (180g) que tinha em casa, cortei, e fui desenhando no tecido com caneta mesmo. Aí cortei e costurei (costura muuuuuuito básica, hehehehe) com o lado da caneta para dentro, é claro.

Mas atenção, façam uma listinha das meninas antes de cortar, porque uma vez cortado você só consegue acrescentar um nome se fizer tudo de novo!




Bjs!

Considerações sobre a Mansão

Olá pessoal,

Tenho recebido várias perguntas sobre a Mansão Saint Germain, e ainda não consegui responder nenhuma porque cada noiva vem fazendo muitas e são sempre as mesmas, então é melhor eu publicar, que todo mundo fica contente.

Há alguns dias recebi um email de uma noivinha engenheira muito simpática que me fez as seguintes perguntas. As respostas estão logo abaixo.
  • O que você achou do serviço prestado durante a festa? O serviço e o buffet são de qualidade?
Então, eu acho que é impossível os noivos avaliarem o serviço da própria festa. Já vi milhares de noivas falando que foi tudo bem servido e tal, mas não adianta, o tratamento para os noivos é sempre diferenciado. Eu, particularmente, comi muito bem. Na suíte foram muito atenciosos, nos trouxeram tudo o que pediram, e durante a festa sempre tinha alguém enchendo o meu copo e uma bandeja de salgadinhos por perto.
A maioria dos convidados só elogiou a festa. Mas vocês sabem, ninguém vai ficar falando pros noivos que não comeram bem. Então perguntei para alguns convidados mais sinceros o que eles acharam, convidados que me acompanharam na escolha da casa e tal. Eles me disseram que a comida não foi lá TÃAAAAAO bem servida assim. Tipo assim, não é que ninguém passou fome, mas “eu teria comido mais”, sabe? A bebida estava bem farta, porque essa sim eu comprei por fora e com grande sobra, mas a comida era toda por conta deles. Estava tudo muito gostoso, mas enfim, teve essa questão.


Os garçons eram muito educados, e sempre sabiam dizer o que tinha na bandeja deles. Nesse ponto, problema nenhum.

Sobre os doces, eu não achei eles tão gostosos não. Assim, isso não foi uma surpresa, porque eu conhecia o fornecedor deles no momento em que fechei contrato, e nunca gostei muito desse fornecedor. Tem gente que ama, acha o máximo, mas eu não gosto. E de fato, os doces (principalmente os chocolates), não eram de minha preferência não. Além dos chocolates deles, eu comprei por fora uns 500 da Le Chocolat, e adivinhem qual sobrou??? Eu não vi nem sombra dos Le Chocolat! Devorados instantaneamente.

Mas vocês devem estar se perguntando porque cargas d'água eu fechei com eles se não gostava do fornecedor dos doces??? Eu acho que o importante aqui é que, em nenhum momento, eles me enganaram em relação ao fornecedor. Se eu pudesse pagar mais por outro fornecedor eu pagaria e teria tirado os doces do pacote, mas eu não podia, e todo mundo comeu os doces que tinham e saíram felizes. NINGUÉM, absolutamente ninguém, reclamou dos doces e chocolates.
  • O buffet era bem servido no que se referia à quantidade?
Já respondi na pergunta anterior.
  • Se não se importar em dizer, o que continha o seu pacote exatamente?
Meu pacote era um completão para 150 pessoas que eu troquei algumas coisas. Tinha buffet com mini porções, mesa de doces (3 doces por pessoa), mesa de chocolate (3 chocolates por pessoa), bolo, decoração, fotografia e filmagem (na igreja também) e cerimonial. Por ser numa quarta-feira, ganhei cerimônia no local com decoração, espumante Salton servido durante todo evento, e open bar durante 2,5h de festa.

Como já tinha fotografia, cerimonial e bolo contratados quando fechei com eles, e a minha cerimônia era na igreja, negociei esses itens por um desconto. Eles só não aceitaram tirar o cerimonial, porque esse item era obrigatório. Então fiquei com duas equipes de cerimonial durante a festa.

Ahh, eu queria uma banda. Fizeram cara feia pra mim quando eu falei da banda, mas eu bati o pé e falei que só fechava com a banda e pronto, assunto resolvido! rsss
  • Após assinar o contrato, a casa continuou sendo atenciosa e solícita com você principalmente no que diz respeito a aceitar suas sugestões para que a sua festa realmente tivesse a sua cara?
Após assinar o contrato, eu continuei gostando muito deles. A moça que trabalha lá, a Graça, é um amor de pessoa, entende perfeitamente a cabeça das noivas, é bem tranquilo conversar com ela. Mas ela não é quem toma as decisões, os donos são um pouquinho mais difíceis, mas eu consegui (quase) tudo o que eu queria. E o que eu queria? Vamos lá:

1- Não estava muito contente com esse bar durante 2,5h festa. Tipo assim, nos outros 2,5h o bar ia ficar fechado? Não sei nem porque eles oferecem isso, acho que fica muito chato pra eles deixar um bar fechado durante meia festa. Acredito que eles só devem fazer isso porque todo mundo deve pagar a mais pra esticar esse negócio. Não é possível. Então pedi pra eles trocaram o Salton cortesia pelo bar full time, e eles aceitaram. Aí comprei o espumante por fora. O que foi até uma boa, porque não sei se eles serviriam com tanta fartura se eles tivessem dado o espumante.

2- A mesa de doces: Eu não queria a tradicional mesinha de doces encostada na parede. Eu queria um mesão. Queria uma mesa em forma de ilha, que as pessoas pudessem andar em volta dela, com um arranjo bem grande no centro. Falei isso com eles, mas o problema foi o tal do arranjo.

"Esse arranjo não está no pacote!!", me disseram. E ainda me falaram que a mesa de doces que eu queria era inviável, pois precisaria de mais de 2500 doces (e eu só tinha 1650 doces + chocolates).

Pensei com os meus botões que era hora de negociar. Ou eu pagava mais pelo arranjo (e aí eles iam meter a faca), ou tentava uma troca.

Como eu precisava de muitos doces pra encher a tal da mesa, perguntei se eles poderiam fazer, ao invés de 2 mesas (mesa de doces e mesa de café e chocolates), uma única, que contivesse tanto doces como chocolates. E "transformando" os dois arranjos em um só, eles não sairiam no prejuízo com o meu super arranjo.

Toparam! Quer dizer, primeiro tentaram me enrolar sugerindo um arranjo de folhas secas muuuuito medonho e eu não aceitei. Aí toparam o que eu queria numa boa. Olha aí a minha mega mesa!











  • Você teria algo a reclamar da casa/equipe ou alguma observação a fazer?
Só uma única observação. O pessoal da minha turma da faculdade ficou até o fim da festa (fim mesmo, até começarem a desmontar as coisas), e antes que eles fossem embora o cerimonial da casa empacotou os bem casados e colocou no carro da minha mãe quando ela foi embora. Ou seja, quando meus amigos foram embora, junto comigo, não tinha bem casado pra ninguém. Fiquei triste com isso, ainda mais porque sobraram muitos bem casados. Mas congelei todos eles, e distribuí quando vieram na minha casa.

Bem, pessoal, é isso! Todas as fotos são de Camilla Mello, e queria agradecer muito a ela pois me ajudou com a minha ignorância em tratamento de imagens e me deu um CD com todas as fotos já em baixa resolução.

Se tiverem dúvidas, escrevam aqui nos comentários pois a dúvida de uma pode ser a de outra, e assim todo mundo se ajuda.

Beijos!

Fotos preferidas I

Ai gente, desculpa o sumiço... Estou toda atrapalhada. E nem posso dizer mais que é falta de tempo, é falta de organização mesmo! Enquanto eu não escrevo o resto dos relatos, vou começar a mostrar minhas fotos preferidas.

Pra inaugurar a seção, essa aí foi tirada segundos após a cerimônia ter acabado, quando encontrei minha mãe no hall da igreja.

Tipo assim: "Mãeeeeeeeeeeeee, DESENCALHEI!!!!!!!!!"

Foto de Camilla Mello
Obs: Alguém me ajuda, por favor... to usando o programa do Windows (Microsoft Office Picture Manager) pra diminuir as fotos e colocar no blog, mas ele mexe na cor, deixa tudo vermelho, e estraga o trabalho lindo de tratamento da minha fotógrafa. Alguém me diz como eu faço pra diminuir sem estragar as fotos? Se puder fazer em batelada melhor ainda, porque eu não postei nada da mesa de doces porque não tive tempo de diminuir as fotos uma por uma....

bjs!

Mafalda

Olá pessoas! To em dívida com os relatos, eu sei.... Mas essas duas semanas de prova do mestrado estão acabando com meu tempo. E sem contar que ontem a família cresceu de novo(!!), e eu tive que dedicar um tempinho extra a essa nova integrante da família mecatrônica!

Queridos, apresento-lhes a pequenina Mafalda!



Eu andava muito preocupada com a solidão do Galileu, ele não dorme com a gente por causa da minha alergia, e ainda passa o dia todo sozinho em casa quando estamos no trabalho. Então decidimos que era hora de arranjar uma companhia!

Mas Galileu é macho alfa, tem sérios problemas de aceitação de outros gatos. No abrigo em que ele morava antes de o adotarmos, ficava numa gaiola, pobrezinho, porque só sabia arrumar confusão com os outros gatos...

Então decidimos por fazer um teste com uma fêmea filhote, pois ele não se importa muito com filhotes, e "suporta" as fêmeas, rssss. Outro macho nem pensar! Aí chegou Mafaldita! A bichinha tem 3 meses mas não é boba não! Ele faz cara feia pra ela e ela não tá nem aí!! Mas espero que, com o passar do tempo, os dois se tornem grandes amigos.

Por falar em Galileu, meu bichano participou bastante do making of, sabiam? Olha como ele é fotogênico!!



De gravata!!


*Todas as fotos são de Camilla Mello*

Meu desejo era tirar uma foto com ele vestida de noiva. Mas na hora esqueci!! Ninguém merece, rssss....
Bjs!

Fotos da Decoração em Preto e Branco

Quando eu contei às pessoas nossa decisão de fazer uma decoração em preto e branco, o povo me olhou torto. Algumas vezes fiquei receosa de ficar uma coisa um pouco triste, tanto que aos 45 do segundo tempo optei por colocar alguns detalhes em verde, lilás e roxo. Mas eram só alguns detalhes mesmo, alguma coisa na iluminação, algumas almofadas, e meia dúzia de forminhas de doces. O resto era tudo preto e branco.

Vou mostrar pra vocês alguns itens da decor. Para quem está de olho na Mansão Saint Germain, prestem atenção no que faz e o que não faz parte do pacote!

*Todas as fotos são de Camilla Mello*

Mesa de convidados:





Cada mesa tinha:

- Toalha de voil branca e sobretoalha preta – ambas incluídas no pacote;
- Iluminação branca em baixo da mesa – incluído no pacote;
- 1 arranjo central de dois tipos diferentes. Um mais alto e um mais baixo. Os dois estavam incluídos no pacote, e eles tem vários outros tipos de arranho pra escolher.
- 3 velas – fora do pacote. As velas eu comprei pelo grupo de noivas do Yahoo, por 1,70 o potinho;
- 6 guardanapos de pano – dentro do pacote;
- 6 porta-guardanapos – fora do pacote, feitos por mim. Acho que o pessoal gostou mesmo dos meus porta-guardanapos, porque eu só recebi 15 unidades que sobraram no final da festa! Ainda bem, né, porque o que eu ia fazer com tanto PG em casa, rssss. Os PG não foram baratos não, acho que gastei uns 180 reais de material pra fazer 160 unidades de PG mais as flores da mesa do bolo.



Iluminação:


- Coloquei iluminação branca em baixo das mesas, âmbar nas paredes, e lilás nas colunas. Como o branco das mesas iluminava demais, pedi pra deixar as luzes do teto apagadas. Gostei bastante do resultado!

Paisagismo:

- Todo o paisagismo foi feito com coisas da própria MSG, e eu não paguei nada a mais. Vasos de plantas, árvores de velas, árvores secas, velas, buchinhos, etc. A única coisa que eu fiz por fora foram os penduricalhos das árvores secas. Esses penduricalhos eu até deixei lá pra eles depois da festa. Que que eu ia fazer com aquilo em casa?? Ahh sim, devo ter gasto uns 30 reais pra fazer 30 penduricalhos.



- Atrás da mesa de doces tinha uma “cortina” linda de borboletinhas. Essa também fazia parte do pacote, mas eu não tinha pedido! Achei lindo quando cheguei e vi!



Lounge

Os móveis e objetos dos lounges também faziam parte do pacote. Eles tem puffs brancos, mas revestiram alguns com tecido preto, e até que ficou legal. Tem também uns puffs xadrez P&B que são uma graça. Pedi para colocar almofadas pretas, brancas e umas estampadas em P&B, e na semana do casamento também pedi pra acrescentar algumas em verde, lilás e roxo.



Mesa do bolo:

A mesa do bolo foi a única coisa alugada. Eu queria o bolo no centro do salão, mas como ele ia atrapalhar a festa, precisava ser uma mesa de rodinhas, que eles não tem. Então aluguei na Confiance Decor, se não me engano foi 60 reais.

A mesa estava em cima de um tapete preto, que também faz parte do pacote. Isso não foi combinado, mas eu até que gostei do resultado.



Em cima da mesa, coloquei:
  • O bolo, óbvio! O bolo eu levei de fora, era do Casal Garcia. Tinha visto um bolo parecido no portfólio deles, mas todo branco. A criação P&B saiu da cabeça da noiva aqui;
  • Taças pretas – Comprei na Etna, uns 10 reais cada uma. No final da festa acho que eles não as embrulharam direito, porque uma delas estava quebrada quando cheguei em casa.
  • Faca – da casa;
  • Flores de miçanga – Essas eu tb fiz, são iguais as dos porta guardanapos. Devia ter umas 30 flores;
  • Os noivinhos desastrosos, que precisam um post a parte – fora do pacote;



Bar

A única coisa que comprei pra esse bar foram os canudos coloridos. Gastei uns 3 reais, ehehehehe. De resto era tudo do pacote.

Flores

No meu pacote estavam incluídas as seguintes flores:
  • Rosas
  • Lisiantus
  • Copos de Leite
  • Gérberas
No pacote está incluído um mix dessas flores, ou seja, os noivos não podem escolher! Eu pedi para não colocar gérberas e dar preferência para os copos de leite, e eles aceitaram não colocar gérberas, mas não podiam garantir os copos de leite.

Acontece que por causa da chuva do início de abril, não havia copo de leite no Rio de Janeiro. Inclusive quem me disse isso foi a decoradora da igreja. Sobraram então só as rosas e os lisiantus. Na verdade eu não me lembro de ter visto lisiantus, talvez a chuva também os tenha destruído. E as rosas não estavam taaão bonitas. Mas eu imagino que deve ter sido mesmo por causa da chuva, porque já vi decorações lá com flores bem bonitas.

No próximo post eu falo sobre a mesa de doces e bem casados!

bjs

Relato - A Entrada


Olá pessoas! Mais uma parte do relato... relato é bondade, virou novela mexicana já! Tem muita gente me perguntando sobre os pontos positivos e negativos da Mansão. Eu prometo que vou chegar lá, mas tem que ser na ordem!! Mais um post e chegamos, ok?

Parei quando estávamos no engarrafamento a caminho da igreja, né?


Então, logo depois aconteceu uma coisa muito engraçada! Saindo do Rebouças, o Pedro, motorista da Sonho Sobre Rodas, me mostrou a plaquinha que ele ia colocar na frente do carro. Ela era lindinha, todo mundo achou uma graça, e eu comecei a rir! Ninguém entendeu nada, mas eis o que a placa dizia:


10-04-2010
Elly & Bernardo
Sonho Sobre Rodas

Reparou alguma coisa?? Não??? Eu reparei!! Data errada, hahahahah! O Pedro ficou super sem graça, ligou pros responsáveis para pedir outra. Mas sinceramente? Não sou muito ligada nessas plaquinhas não, prefiro o “upgrade” de carro que ganhei a uma plaquinha correta, heheheh. Paramos no posto para ele colocar a placa, mas eu não deixei. Melhor placa nenhuma do que placa errada, né?
Ok, finalmente chegamos na igreja. Minha mãe e irmã saíram logo do carro, e eu fiquei esperando lá dentro. Caramba, tensa essa parte! Ficar sozinha esperando pra casar!! Mas logo meu pai apareceu e ficou comigo.


O Cássio apareceu também e me emprestou o celular. Liguei rapidinho pra Natacha, pra agradecer toda a ajuda nesse 1 ano de preparativos. A Natacha, minha cerimonialista oficial, deu à luz a sua filhinha dois dias antes do casamento. O substituto no dia foi seu marido, Cássio.

O cortejo começou sem eu saber. Não conseguia ouvir a música de onde eu estava, então não fazia idéia do que estava acontecendo. Finalmente o Cássio veio me chamar e eu saí do carro. Senti falta da foto nessa hora, mas acho que realmente não dava tempo das fotógrafas voltarem.

Subi as escadarias com meu pai e parei na porta da igreja. O Cássio e a Tamires (da equipe da Natacha) estavam me esperando lá, e quando eu vi só os dois, todo o meu nervosismo do dia, engarrafamento, Igreja Universal, atrasos e etc, explodiu naquele momento. Deixa eu explicar: eu não queria uma música só para as damas. Queria que elas entrassem comigo, na minha música. Eram três damas, e o combinado é que quando ela começasse, as meninas entrariam espaçadamente, uma de cada vez, e em seguida, eu. TUDO na mesma música. Isso por dois motivos:

  1. Eu queria as damas comigo. Simplesmente queria, hahahaha, e vontade de noiva não tem explicação.
  2. A música era muito grande, e eu pedi pra ninguém interromper música alguma. Acho uma falta de respeito quando cortam uma música no meio só porque o cortejo acabou. Então, com mais gente entrando na mesma música, não haveria problema de ficar “sobrando” música no final.

Mas quando eu parei na porta da igreja a minha música não tinha começado ainda, e eu não vi nenhuma das meninas por perto! Fiz a maior cara de brava pro Cássio e perguntei: “Onde estão as minhas damas?” Gente, eu não sei porque isso era tão importante pra mim, mas era. Depois eu descobri que as damas entraram na mesma música dos padrinhos, logo depois deles, e pelo que eu vi da filmagem de um dos convidados, as três estavam grudadinhas uma na outra, assim parecendo fila de colégio. Ninguém merece!!!

O que me deixa mais triste é que fizemos um ensaio com a Natacha e a Tamires 4 dias antes do casamento,  simplesmente não sei porque isso saiu errado. É claro que se a Natacha estivesse lá isso não teria acontecido, mas enfim, não foi culpa de ninguém, são os causos da vida.

Abriu-se a porta! Coisas que passaram pela minha cabeça neste momento, na ordem em que ocorreram (imaginem a pessoa andando e essas coisas rodando na cabeça):



1. “Igreja cheia!” Quer dizer, a igreja estava vazia, mas é uma igreja pra mais de 1000 pessoas, achei que meus 150 convidados iam sumir ali, mas nem sumiram! Esperava um aspecto bem mais vazio.

2. “Que música linda!” Essa era a única música tocada por outros instrumentos além do órgão. Meus tios na flauta e a irmã do meu tio na voz. “Que voz!!!” Nossa, estava muito lindo!


3. Arranjos da entrada do corredor: “Lindos! Porém grandes demais. Me lembro de ter pedido um pouco menores.”

4. “Ahh não, só os dá entrada são grandes, os do corredor são pequenos.”

5. “Rose, Lia, Adriano!” É uma sensação muito engraçada ver os primeiros convidados. Acho que só aí a ficha cai!

6. “Mas como assim? Os arranjos estão no meio do corredor!” Eu pedi que os pedestais com as flores ficassem entre os bancos, porque o corredor é muuuito estreito;

7. “Mas que coisa, o corredor tá muito apertado!” - Eu e meu pai se espremendo para passar entre os arranjos;


8. “Amigos que eu não vejo há séculos, oi!”;
9. “Oi primo!”;
10. “Achei o noivo!! Que pessoa mais linda!!”


11. “Afff, corredor apertado....”
12. “Música linda!!”
13. “Segura o choro...”


14. Cataplaft! Arranjo no chão! “Eu avisei que o corredor era apertado, porque ninguém fez o que eu pedi? ‘Arranjos dentro do banco’, repeti mil vezes, mas tá vendo, ninguém me ouve e lá se foi o arranjo pro chão!”

15. “Noivo!”
16. “Noivo!”


17. “Lucas! Irmã, não chora! Noivo!”
    18. “Eu vou casar!”



    E cheguei no altar. Sorri pro noivo. Não sabia se segurava o bouquet, se continuava de braço dado com o noivo. Por via das dúvidas continuei, eheheheh. O Cássio pegou meu bouquet. E ficamos lá parados ouvindo o resto de música que sobrou porque as damas não entraram como eu pedi. Paciência. Pelo menos a música era bonita.

    *Todas as fotos são de Camilla Mello*
    Bjs
    mecatrônicos bernardo e elly

    Assine o blog


    Assine nosso Feed
    Receba os artigos por email

    Acompanhe nosso blog

    Este blog possui atualmente:
    Comentários em Artigos!
    Widget UsuárioCompulsivo

    Fale conosco

    mecatronicos@bernardoeelly.com

    Acompanhamos:

    Presentinhos das amigas

    Loading...